Reminiscências de falhar

|



Parece que ando sempre atrasado
Para o tempo que devia ter sido antes
Mas não posso desatar este nó de garganta
Dos dias que gastei que podia ter guardado
Em que podia ter escolhido outra coisa
Mas hoje o dia esta sereno
Tal como eu
Que nem me quero preocupar
Hoje esta demasiado sereno para te dizer que te amo
Hoje esta sereno demais
Para ter tempo para pensar que me fazes falta
Hoje olho para trás
E vejo que quanto mais te conheço
Mais me apaixono
Que mais parece um vicio
Que quanto mais tenho mais quero
Hoje esta sereno o suficiente
Para te dizer
Sabes podes não ser perfeita
Mas amo te como tal
Podes ter os teus defeitos
Mas acolho os igual como as tuas muitas virtudes
Hoje esta sereno o dia para dizer
Preenches me.
.
.

3 comentários:

noname disse...

Um beijoca para os dois

Nina Da Cidade disse...

Imperfeita é o meu nome do meio...

noname disse...

A perfeição é inimiga da emoção.