Sonho te luz...Sol...

|



Já vão longe os dias
Nem sei bem precisar o momento
Um simples momento sem significado aparente
"Nunca se empresta um livro, oferece-se um livro"
Faz mais sentido agora
Não se empresta um livro
Não se empresta conhecimento
Não se empresta amizade
Não se empresta amor
Não se empresta o luar debaixo destas palavras
Não se esquece o caminho perfeito de um mundo perfeito
Pois sonhos são vontades embriagados de realidade
O céu pode amanhecer sem cor agora
As nuvens perderem o rasto da esperança
Até o orvalho pode parar o murmurar que te amo
No gelo dos sussuros que já não te ouço
Mas um Amor nunca se empresta e se toma de volta
Uma amizade não se devolve
Apenas se entrega....com toda a alma
E e apenas se tivermos sorte
O calor desse amor não entrega esse amor
Apenas o aumenta e da o dele a troca
Uma amizade não se deita num lago
Pois não volta a surgir do seu fundo
Como o sol nos dá luz
Nos retribuímos com o calor de o receber
E o orbitar sem rumo num caminhar sem a tua luz
Como a escuridão inerte que se me escapa a cada palavra
Que apaga todas as vozes quando te penso
Recebo-te luz,sol....recebo sem devolver....

1 comentários:

Susana P disse...

como sempre um romântico escondido.

Paula a tua conterranea